sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Tire suas dúvidas sobre a resolução da tela da sua TV

Afinal, por que as empresas se preocupam tanto em produzirem equipamentos com telas cada vez mais potentes? E qual a diferença entre HD, Full HD, 4K e 8K?

Aparelho TV resolução 8K
TV 8K Ver imagem »


Muitas pessoas vão a uma loja e ficam em dúvida em relação a qual modelo de TV devem escolher, isso porque são várias as opções disponíveis nas prateleiras. Cada marca com suas tecnologias exclusivas, suas peculiaridades e sua riqueza em detalhes e design. Tudo para chamar a atenção do consumidor. Na hora de realizar uma venda, os fabricantes expõem tantas informações a respeito do seu produto, que as pessoas não atentam em relação a qualidade de imagem dos equipamentos, se a tecnologia disponível na resolução da tela é a ideal para o que se procura e o principal, se a televisão em questão vai atender as suas expectativas. Se você é um desses consumidores que ficam sem saber o que escolher e acaba resolvendo comprar baseando-se pelo preço, esse artigo poderá esclarecer algumas de suas dúvidas e ajudar a se decidir na sua próxima compra.

Há um tempo atrás quando as pessoas iam a uma loja, elas escolhiam se queriam uma televisão preto e branco ou a cores, e tinha a opção de escolher o tamanho do aparelho e se ele vinha ou não com um controle remoto. As TVs tinham funções limitadas e ninguém discutia sobre a resolução de suas telas. Aos poucos isso foi mudando e chegou ao mercado os novos aparelhos com formato Widescreen (tela estendida) e atualmente eles possuem tantas funções que as pessoas simplesmente não conseguem entender algumas de suas funcionalidades. E se antigamente mal se tinha a opção de trocar de canal, hoje é possível acessar a internet através da tela de uma TV usando conexão via cabo ou Wi-Fi. Dentre essas e outras opções, uma das coisas que mais fascinam as pessoas é trazer a tecnologia 3D do cinema para a sua sala de televisão. Mas, com todos esses aparatos e suas conexões USB e HDMI, suas telas HD, Full HD e 4K, você sabe a diferença entre elas? Não? Então veja a seguir e fique por dentro.

Basicamente dizendo, quanto maior for a resolução da tela e da imagem exibida por ela, melhor será a qualidade visual obtida, ou seja, o mesmo vídeo gravado em 4K terá uma aparência mais nítida e melhor definição da imagem do que um gravado em HD, no entanto terá qualidade inferior a um 8K. O tamanho da resolução também define a qualidade que um vídeo terá em uma apresentação em câmera lenta e até mesmo quando está pausado. E essa capacidade de definir melhor uma imagem é dado pela quantidade de pixels por ela formada, podendo ser uma foto ou um vídeo. Um modo fácil de se perceber essa qualidade, é aplicando um zoom e ampliando uma fotografia. Se a figura em questão tiver uma baixa taxa de pixels, logo ela se distorcerá, porém se sua resolução for alta, ou seja, com uma grande quantidade de pontos formando sua composição, o zoom de ampliação poderá ser aplicado mais vezes sem que essa gravura sofra distorção e comece a ficar quadriculada. Neste caso uma foto tirada com 13 megapixels tem melhor qualidade que uma fotografia capturada com apenas 5 megapixels, no entanto a primeira imagem ficará com maior tamanho para armazenamento, dessa forma, ocupando mais espaço em um cartão de memória, por exemplo. Entendeu? Com os vídeos é parecido, porem as nomenclaturas são um pouquinho diferentes, e você pode perceber isso na ficha técnica do seu aparelho de televisão. Então vamos ver as resoluções mais comuns presentes nas telas de TVs, monitores para computador e smartphones. Mas antes vamos ver…

O que é um pixel?

Os pixels são os pontos que compõem uma determinada imagem, pode ela ser uma foto ou um vídeo. No caso de uma TV com tela 480p, o aparelho só é capaz de reproduzir imagens com uma resolução igual ou inferior a 640x480 pixels, se ela for uma TV de tubo padrão 4:3, já que possui 640 linhas verticais e 480 linhas horizontais. Se o televisor em questão seguir o padrão Widescreen 16:9, sua resolução máxima é de 854x480 pixels. Sendo assim esses aparelhos de TV seriam incapazes de reproduzir um conteúdo exibido em Full HD, que por sua vez tem 1920x1080 pontos de resolução.

Esses pixels são formados na tela de duas maneiras diferentes, dependendo da tecnologia utilizada na tela do aparelho. Dessa forma podemos ter os padrões 480i ou 480p, 720i ou 720p, 1080i ou 1080p, onde a letra “i” ou “p” define se a imagem é formada de forma Entrelaçada ou Progressiva. Mas qual a diferença entre os dois?

No modo entrelaçado a imagem é formada em duas etapas, primeiro o aparelho exibe todas as linhas ímpares da imagem e em seguida as linhas pares, tudo feito em uma fração de segundos, que nem chega a ser percebido pelo olho humano. Já o modo progressivo exibe todas as linhas de uma só vez, dando maior qualidade a imagem e levando vantagem em exibições de cenas muito rápidas devida a formação integral do conteúdo a ser exibido. Logo podemos dizer que uma TV 1080p tem melhor qualidade de imagem que uma TV 1080i.

Esse sistema é o mesmo para TVs, smartphones, tablets, monitores, etc. Por isso a obsessão em ter-se cada vez mais dispositivos com telas mais potentes. Afinal, como já dissemos, quanto maior a resolução da imagem, melhor sua qualidade de exibição. E com a possibilidade de registrar todos os seus momentos importantes, ninguém quer guardar fotos e vídeos de baixa qualidade, não é mesmo? Por isso a indústria áudio visual nos brinda dia após dia com equipamentos de melhor desempenho e tecnologia de ponta.

Resolução de tela em 480

Televisão tubo
TV de Tubo Ver imagem »

Até pouco tempo a resolução mais comum era a 480i ou 480p, presente nos aparelhos com formato 4:3, famosas TVs de tubo. Essa resolução apesar de não estar presente nas telas dos novos aparelhos ficou sendo por muito tempo o padrão de imagem para a TV Digital no Brasil.

Com o avanço da tecnologia, as TVs de tubo foram ficando obsoletas em relação aos outros dispositivos, como aparelhos de DVD, Blu-ray players e vídeo games. Afinal, quem nunca foi assistir um filme em DVD e ficou incomodado com as faixas pretas acima e abaixo da imagem? Isso ocorre devido o filme ter sido produzido para exibição em tela estendida, padrão 16:9 e a TV ser padrão 4:3, dessa forma, se usasse a opção de ampliar o filme, havia um corte nas laterais.

Resolução de tela em 720 (HD)

Essa resolução ficou por um tempo como o padrão em excelência de imagem digital, já que sua qualidade era muito melhor que o 480p. O formato HD (High Definition) possui uma taxa de 1280x720 pixels, o que define melhor a imagem, como sua própria nomenclatura descreve. Esse formato de vídeo está presente em filmes produzidos em Blu-ray, transmissões de canais de TV em HD e alguns conteúdos exibidos na internet. Aqui no Brasil é usado como resolução padrão da TV Digital em Alta Definição exibida pelos canais abertos.

Resolução de tela em 1080 (Full HD)

Atualmente esse é o formato mais comum em todo mundo. Tanto que você quase não vê aparelhos de TV com resolução HD à venda nas lojas. Com sua resolução de 1920x1080 pixels, esse formato define ainda mais as imagens em vídeo e aumenta sua experiência ao ver um filme, clipe ou qualquer conteúdo que seja produzido com esse padrão. Assim como no formato HD, você encontra conteúdos produzidos em Blu-ray, alguns canais de TV, vídeos na internet e vários jogos de vídeo game.

Logo, uma TV com essa resolução de tela seria a mais indicada para compra nos dias atuais, sendo compatível com praticamente todo tipo de mídia disponível no mercado. Com seu preço cada vez mais acessível devido a chegada das TVs 4K, se torna uma ótima escolha.

Resolução de tela em 4K

Aqui começa um mundo diferente em definição de imagem. O 4K possui resolução de 3840x2160 pixels e é capaz de exibir imagens com tanta nitidez que os menores detalhes no primeiro plano da imagem são captados. Em uma transmissão ao vivo você é capaz de ver com precisão uma gota de suor no rosto de um atleta, o balançar de um fio de cabelo ou até mesmo os movimentos da grama em uma partida de futebol, sem contar que o plano de fundo da imagem não fica desfocado, ou seja, se a câmera focar em um atleta em plano aberto, você será capaz de ver com perfeição as pessoas na arquibancada.

Esse formato de vídeo está se tornando cada vez mais comum no Japão, onde já existem transmissões de TV nessa resolução. Durante a Copa do Mundo de 2014 no Brasil uma empresa japonesa em parceria com a Rede Globo fez a transmissão em 4K de um dos jogos da seleção brasileira para um público restrito, que pôde constatar essa excelência em qualidade de exibição de imagens.

Apesar de toda a divulgação feita em cima desse produto, o mercado ainda está longe de ser totalmente compatível com essa resolução de imagem. São poucos os conteúdos disponíveis com essa tecnologia, e apesar de os aparelhos 4K ficarem mais baratos com o passar do tempo, ainda não é a melhor escolha para se ter em casa. No momento, o melhor a se fazer é ficar esperto e aproveitar uma boa promoção para adquirir uma TV Full HD com tela maior, tendo a sensação de ter o seu próprio cinema.

Resolução de tela em 8K

Esse formato é considerado o limite para uma televisão doméstica devido a limitações de percepção do olho humano. Apesar disso, essa tecnologia vem ganhando espaço, de forma lenta no mercado. A principal divulgação desse modelo é feita em feiras de tecnologia, onde as grandes marcas adoram expor sua capacidade de surpreender o público. Com uma resolução de meros 7680x4320 pixels, um aparelho de TV exibe imagens tão perfeitas, que você precisaria ficar a cerca de 50 centímetros de distância da tela para poder ver os pontos da imagem em um televisor de 52 polegadas, ou seja, a uma distância maior, a exibição é feita com a máxima perfeição possível.

Esse modo ainda é apresentado em caráter experimental ao público, mas mesmo assim o YouTube disponibiliza vídeos em Full Ultra HD, 4320p. As TVs 8K estão em uma realidade distante de se tornar o padrão mundial, porém não se pode dizer o mesmo sobre as câmeras de vídeo, já que a indústria do cinema mira na gravação de vídeos em Full Ultra HD e renderização destes em 4K ou 2K obtendo uma melhor nitidez na imagem com uma fidelidade de cores e detalhes maior do que as câmeras que gravam em 4K conseguem obter.

Dessa forma mostramos aqui um pouco do que diferencia os principais formatos de resolução de tela presentes nos aparelhos de TV. Para monitores de computador, notebooks, tablets e smartphones existem algumas configurações intermediárias, mas que abordaremos em um próximo artigo.

Esperamos ter ajudado a esclarecer algumas de suas dúvidas. Se você gostou dessa postagem, curta e compartilhe com seus amigos, e expresse sua opinião na área dos comentários.


Imprimir ou salvar este artigo como PDF



Shopping



Um comentário :
  1. Olá internauta!

    Antes que eu me esqueça, se você tiver alguma dúvida, sugestão ou informação que complemente este conteúdo, por favor, compartilhe conosco através de um comentário.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blog DiGa Tech. Ao se manifestar através desta plataforma, você alega estar em conformidade com a nossa política de comentários. Caso fique em dúvida, leia as perguntas frequentes e saiba o que consideramos inapropriado ou ilegal. Viu algum comentário que viola os nossos termos gerais de uso? Então denuncie!