terça-feira, 22 de setembro de 2015

Conheça os 4 golpes mais usados na internet atualmente

Lembre-se de uma coisa, se você não se cadastrou em alguma promoção...então, como poderia ser sorteado e receber um prêmio de alguma empresa ou site da internet?

Alerta invasão notebook
Golpes na internet Ver imagem »


Atualmente os hackers vêm se valendo da dispersão e falta de desconfiança dos usuários conhecidos como "clica em tudo". Isso mesmo, são pessoas que não tomam cuidado ao navegar pela internet e saem abrindo tudo quanto é tipo de links que aparecem na sua caixa de correio eletrônico ou nas redes sociais, se tornando prezas fáceis para os golpistas. Se você tem esse comportamento, então veja quais os 4 golpes mais aplicados hoje em dia na internet e como se precaver.

Índice

  1. Cupons de descontos
  2. Solicitações de Phishing
  3. Mensagens de voz no WhatsApp
  4. Notificações de envio de remessa

  1. Cupons de descontos

↵ Voltar

Esse é um clássico que já ronda a web há muito tempo. O usuário está navegando na internet e de repente se depara com uma mensagem de que é o milionésimo visitante daquela página e que ganhou um prêmio qualquer, um celular, um notebook, uma viagem ou então um generoso cupom de desconto ou vale compras online, mas ao clicar no anúncio é solicitado o preenchimento de um formulário com seus dados pessoais, bancários e de cartão de crédito para validar o prêmio.

Esse tipo de fraude geralmente utiliza o nome de sites e empresas conhecidas para passar mais credibilidade aos internautas, o que faz muita gente passar despercebida e doar os seus dados para bandidos. E nem é preciso dizer que o prêmio nunca será resgatado e que a pessoa se quer irá receber um contato a respeito, afinal você deve ser o milésimo milionésimo visitante daquela página na internet, e mais um a ser surpreendido ao receber a fatura do cartão de crédito ou aquele monte de revista que você nunca assinou, mas que está sendo cobrada na sua conta bancária.

Portanto meus amigos, fiquem atentos a esse tipo de prática que agora vem sendo muito usada também nas redes sociais. Afinal, qual o lugar perfeito para encontrar milhares de pessoas reunidas que estão dispostas a clicar, curtir, marcar, favoritar e compartilhar tudo e qualquer conteúdo que pisque na tela?

  1. Solicitações de Phishing

↵ Voltar

Imagine a seguinte situação: Você recebe uma notificação através do seu e-mail ou da área de notificações de uma das suas redes sociais dizendo que alguém compartilhou uma foto ou vídeo seu. Logicamente você fica querendo saber do que se trata e logo clica no link que direciona para uma página do ‘Faicebook’, ‘Twiiter’, ‘Instragram’, ou essa notificação alerta sobre a necessidade de atualizar os dados bancários da sua conta e você vai para sites como ‘Branco do Brasil’, ‘Caxa Econômica Federal’ e assim vai.

Não entendeu? Todas são páginas falsas com erros de escrita que se não reparados na barra de endereços do seu navegador, vão solicitar seu login e senha, que serão inseridos em um banco de dados que será utilizado para golpes futuros. No caso das páginas bancárias, o clone é tão perfeito que em alguns casos você realmente acha que está atualizando seus dados cadastrais, mas na verdade está informando tudo sobre você aos hackers.

Não pense que esse tipo de golpe fica restrito apenas à internet, pois diariamente pessoas caem em fraudes assim por telefone. Como? Recebendo uma ligação de alguém que se diz ser funcionário do setor de relacionamento com o cliente de alguma empresa ou banco e solicita uma atualização do cadastro desta pessoa. Papo vai, papo vem e mais uma vez um grupo de golpistas se apoderam de dados alheios.

Dessa forma, sempre verifique os remetentes das mensagens que recebe por e-mail, afinal ‘[email protected]’ nunca será responsável por atualização dos seus dados na Receita Federal ou de algum relatório do FBI. Sempre desconfie de mensagens com erros de português e com informações limitadas. E nesses casos, o mais correto é ignorar a mensagem ou ligação e você fazer contato com o serviço em questão para verificar a veracidade dessa solicitação e tirar suas dúvidas sobre qualquer atualização de dados ou modificações na sua base cadastral ou benefícios.

  1. Mensagens de voz no WhatsApp

↵ Voltar

Uma prática fraudulenta que cresce cada vez mais e aumenta o número de vítimas na internet, é a solicitação para visualizar mensagens de voz recebidas no WhatsApp.

Nesse caso, a isca para a fraude é uma notificação enviada por e-mail dizendo que há uma nova mensagem de voz disponível, e que para acessar é necessário clicar em um link. Pronto! Ao fazer isso, o computador da vítima é infectado com um malware que age como um keylogger, copiando tudo que é digitado no teclado e enviando para um banco de dados com o intuito de filtrar conteúdos que remetam a dados pessoais, bancários e principalmente de cartão de crédito.

O próprio WhatsApp assumiu em nota, em seu site, que o serviço não faz contato com esse tipo de conteúdo aos usuários através de e-mails ou solicitações em redes sociais, e que qualquer notificação dessa natureza é considerada fraudulenta e deve ser ignorada.

  1. Notificações de envio de remessa

↵ Voltar

Esse golpe utiliza a mesma metodologia da fraude dos cupons de desconto e promoções. O internauta receberá uma mensagem na caixa postal eletrônica, com um remetente falso se passando por uma empresa de envio de postagens, mercadorias ou valores. Normalmente o conteúdo do e-mail alerta sobre uma postagem a ser enviada, mas que está com os dados de destinatário inválidos, e que para receber essa suposta mercadoria é necessário preencher os campos solicitados em um formulário.

Fazendo isso, novamente o internauta passa as suas informações para um banco de dados com as mesmas finalidades informadas acima. Portanto, sempre fique atento a esse tipo de contato. Verifique se realmente você tem algo a ser recebido e qual a empresa responsável por fazer o envio e sempre desconfie desse tipo de mensagem.

Pensar que estas são as únicas maneiras de ser enganado na web é ingenuidade, pois todos os dias inúmeras pessoas são lubridiadas com falsas informações e supostos cadastros a serem realizados.

Outras práticas comuns que merecem atenção são as solicitações de confirmação de autenticidade das redes sociais ou provedores de e-mails. Muitas mensagens são espalhadas, na maioria com conteúdo similar, dizendo que se o usuário não confirmar suas informações, ele terá sua conta bloqueada. Caso algo assim chegue a sua caixa de entrada, o mais correto a ser feito é verificar o remetente e acessar sua página de perfil diretamente no site do serviço em questão, pois se realmente uma atualização de dados for necessária, você será informado por lá.

Então fica a dica do DiGa Tech. Tome cuidado e não saia clicando em tudo que é link recebido por e-mail ou nas redes sociais.

Se você gostou dessa dica, curta e compartilhe com seus amigos! Afinal, quanto mais pessoas ficarem por dentro dessas ações e souberem como se prevenir, melhor.


Imprimir ou salvar este artigo como PDF



Shopping



Um comentário :
  1. Olá internauta!

    Antes que eu me esqueça, se você tiver alguma dúvida, sugestão ou informação que complemente este conteúdo, por favor, compartilhe conosco através de um comentário.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blog DiGa Tech. Ao se manifestar através desta plataforma, você alega estar em conformidade com a nossa política de comentários. Caso fique em dúvida, leia as perguntas frequentes e saiba o que consideramos inapropriado ou ilegal. Viu algum comentário que viola os nossos termos gerais de uso? Então denuncie!